Médico em Casa

Unha

Entrevista com a médica Dermatologista
Dra. Tatiana Gabbi
 
CRM/SP: 104.415
 
– Médica dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.
– Colaboradora do departamento de cabelos e unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia.
– Chefe do grupo de Doenças Ungueais HCFMUSP.
 
 
Silmara Biazoto
 
 

Portal Médico em Casa – O que pode causar o enfraquecimento das unhas?

Dra. Tatiana Gabbi – O hábito de fazer as unhas da mão, ou seja, tirar a cutícula, passar esmalte e usar a acetona para retirar esse esmalte. Tudo isso enfraquece bastante as unhas. Além disso também:
 
  • Usar produtos de limpeza, produtos hipertônicos;
  • Mexer com produtos como o  sal, açúcar e produtos condimentados. Quem cozinha muito e mexe com substâncias dessa maneira tem a contração da unha e depois a retração, esse movimento da unha de expandir com a água e contrair com a secagem pode levar a quebras que enfraquecem a estrutura da unha;
  • Tocar instrumentos musicais ao teclar;
  • Deixar a unha comprida e fazer alavanca;
  • Ter uma doença que contribua para o enfraquecimento das unhas como alterações na tireoide, psoríase e líquen plano;
  • Distúrbios nutricionais devido ao déficit de algumas substâncias como proteínas, calorias, minerais ou vitaminas.
 

Portal Médico em casa –  Como isso pode ser reposto?

Dra. Tatiana Gabbi –  Por meio de orientação nutricional, identificando que aquele indivíduo come menos do que precisa.
 
Por meio de um diário alimentar se verifica o que está sendo consumido, quais as calorias envolvidas, quem é esse indivíduo e quais as atividades para entender se há um déficit muito importante.
 
 
Cabelos e unhas não são necessários para o organismo, então, se houver um déficit de calorias ou de qualquer uma dessas substâncias que mencionamos, o corpo vai priorizar isso para os órgãos que são nobres.
 
Unhas e cabelos vão sofrer, então, temos queda de cabelos e fragilização das unhas.
 
 

Portal Médico em Casa –  Como se descobre o déficit? Por meio de exame de sangue?

Dra. Tatiana Gabbi – Descobrimos o déficit por meio da conversa com o paciente, entendendo esse indivíduo e sabendo o que está consumindo, depois vamos direcionar os exames de sangue que vão sinalizar e confirmar essa hipótese. Existem outros exames que ajudam. A bioimpedância vai mostrar a composição do corpo. É possível ver se é um indivíduo com déficit de gordura e proteína na musculatura, esses indivíduos são mais suscetíveis a fragilização das unhas.

 

Portal Médico em Casa- Psoríase, líquen plano e alterações na tireoide. Como uma pessoa percebe que tem uma dessas doenças?

Dra. Tatiana Gabbi – Geralmente, tanto a psoríase quanto o líquen plano acometem a maioria das unhas e são doenças inflamatórias.
 
De uma hora para a outra aquele indivíduo que sempre teve as unhas normais, vai desenvolver uma inflamação e um acometimento das 20 unhas ou da maioria delas. Isso vai levar a uma fragilidade muito grande das unhas e de forma abrupta.
 
Na tireoide, a instalação é mais lenta, mas conseguimos perceber por outros sinais e sintomas, por exemplo, fraqueza, astenia, sono, aumento de peso e confirmamos isso por meio do exame de sangue.
 
A doença mais séria que pode surgir é quando aparece aquela listra escura na unha e aquilo começa a alargar com o tempo manchando a região da cutícula ou a ponta do dedo, isso pode indicar uma pinta maligna na fábrica da unha, mas é uma doença própria da unha, não é algo que se descobre através das unhas, não é nada disso! E isso é algo que as pessoas estão sabendo agora e estão muito preocupadas.
 
Tem gente com manchas escuras nas unhas em decorrência de traumas e infecções por fungos ou bactérias, ou melanoníquia (nome dessa alteração racial), e isso, não é um problema. Quando se tem uma única unha manchada e ela começa a alargar, nesse caso, é preciso procurar um médico dermatologista e, se for necessário, biópsia.
 

 

Portal Médico em Casa – Essa mancha é roxa ou preta?

Dra. Tatiana Gabbi – Ela é preta e listrada, um risco escuro na unha que pode alargar. Nessa hora que alarga é necessário procurar um dermatologista para realizar um segmento.
 

 

Portal Médico em Casa – Existe algum tipo de recomendação para ficar sem esmalte?

Dra. Tatiana Gabbi – A orientação que devemos passar é de remover o esmalte sempre que começa a craquelar. Então, sempre que o esmalte ficar feio, ao invés de arrancá-lo cutucando as unhas, o ideal é que se remova o esmalte, de preferência com um removedor que não contenha acetona, porque é melhor para as unhas.
 
Até retornar à manicure, aproveite para hidratar as unhas, isso é muito bom para sua recuperação.
 

 

Portal Médico em Casa – Com o que se hidrata?

Dra. Tatiana Gabbi – Qualquer hidratante que seja de uso corporal pode ser usado, mas tem alguns específicos para unhas e cutículas.

 

 

Portal Médico em Casa – Há alguma restrição à colagem de unhas artificiais ou esmalte em gel?

Dra. Tatiana Gabbi –  Eles têm a vantagem de deixar as unhas em ordem, mesmo em pessoas que não têm as unhas tão fortes. A desvantagem é que a unha colada cria um mecanismo de alavanca, muitas vezes deixa de fazer a função da unha, que é ajudar na preensão de objetos e no tato.
 
Quando se está com a unha colada, ela faz uma alavanca e tem um trauma, isso é transmitido de forma muito mais significativa para o seu leito e pode levar até a lacerações, recebemos esse tipo de quadro no consultório. Isso é um acidente, não é uma coisa que acontece todos os dias, a desvantagem real é fragilizar a unha que está por baixo, haver uma infiltração de água, por isso, precisa ser muito bem feita e revista sempre para não haver nenhum problema.
 

 

Portal Médico em Casa – Unhas amareladas ou com manchas brancas podem indicar alguma doença?

Dra. Tatiana Gabbi – As micoses podem causar tanto unhas amareladas, quanto esbranquiçadas, mas a maior parte que vemos não é decorrente de micoses e sim de esmaltes com pigmentos vermelhos, que podem, ao não serem usados com a base, penetrar na placa e alterar a cor para amarelada.

A unha com micose tem um aumento da espessura, uma unha amarelada é causada por um agente externo e não tem maior gravidade.

As manchas brancas nas unhas podem ser causadas por conta da manicure cutucar a fábrica da unha e isso levar a uma descamação das células que ficam aprisionadas na camada superficial, e, às vezes, até tem buraquinhos ou ondulações que aparecem nas unhas quando a manicure é violenta na hora de empurrar as cutículas.
 
O indicado para quem tem esse tipo de mancha é pegar leve na hora de fazer as cutículas, evitar de retirar totalmente e empurrar com força.
 
Aparecem manchas brancas também quando deixamos aquele esmalte velho, principalmente nas unhas dos pés. O esmalte, por ter solvente na fórmula, muitas vezes dissolve a lamela de queratina, que é a proteína que forma a nossa unha, nosso cabelo e nossa pele.
 

Anunciar é a melhor forma da sua marca ser lembrada.  Entre em contato conosco, clique aqui.

RECEBA NOVIDADES NO SEU EMAIL

VEJA MAIS ENTREVISTAS

Deixe uma resposta

Fechar Menu