Médico em Casa

Perda de Olfato e Paladar

COVID-19 provoca perda de Olfato e Paladar

Entrevista com o Otorrinolaringologista

Dr Fabrizio Ricci Romano
CRM/SP:90.795

– Doutor em ciências pela FMUSP.

– Presidente da Academia Brasileira de Rinologia.

– Pós-doutorando pela FMUSP-RP.

 

Silmara Biazoto

Onde foi realizada a pesquisa sobre pacientes com COVID-19 perderem olfato e paladar?

É um estudo multicêntrico, capitaneado pela USP-RP. São 19 centros por todo o Brasil, incluindo o Hospital Moriah em SP.

 

Como se chegou a esse diagnóstico? Por meio de exames?

Todos os pacientes com perda súbita do olfato e paladar são testados para COVID-19, respondem a um questionário e realizam testes objetivos quantitativos e qualitativos do olfato.

 

Existem níveis de perda? Como por exemplo, 10, 20, … e 100%? 

Sim, de acordo com o resultado dos testes, os pacientes são classificados em normosmia, anosmia, hiposmia leve, moderada ou grave.

 

Quantos pacientes foram avaliados e apresentaram a falta de olfato e paladar?

Até o momento já foram avaliados 165 pacientes, sendo que 107 já fizeram a 2ª  avaliação, 1 mês depois, mas o estudo ainda está em andamento.

 

Todos os pacientes atendidos perderam as duas funções juntas?

Não, a perda de gustação é um pouco menos frequente que a perda de olfato, mas muitas vezes a diferenciação é difícil, pois a perda do olfato afeta o paladar.

 

Quais as consequências para os pacientes que perderam o olfato? E o paladar?

Além da perda de qualidade de vida, por não poderem aproveitar sabores e perfumes, também existe um risco de não perceberem comida estragada e vazamentos de gás, por exemplo. Além disso, muitos pacientes apresentam ansiedade em relação aos odores corporais. 

 

Qual o tratamento para recuperar essas funções?

Utilizamos medicações anti-inflamatorias e antioxidantes, a depender do caso. E também treinamento olfatório, no qual o paciente cheira algumas essências por determinado período de tempo e algumas vezes ao dia.

 

Existe a expectativa desses pacientes ainda apresentarem a perda de alguma outra função no organismo pós-COVID-19?

Existem diversas sequelas possíveis após a infecção pelo SARS-COV2, mas a perda de olfato e paladar não predispõe que surjam outras.

 

Anunciar é a melhor forma da sua marca ser lembrada.  Entre em contato conosco, clique aqui.

Deixe uma resposta

Fechar Menu