Médico em Casa

Rejuvenescimento Íntimo

Entrevista com a Ginecologista, Mastologista e Obstetra
Dra Mayka Volpato

CRM/SP: 106.111

Silmara Biazoto

O que o tratamento a laser na vagina proporciona de bom para a mulher?

O laser pode ser utilizado para melhorar a lubrificação vaginal. Normalmente, na pré-menopausa, os pacientes acabam tendo secura, dificuldade na relação sexual e queixas de infecções urinárias, então, vêm para complementar o tratamento com cremes e hidratantes vaginais.

Resolve a flacidez?

flacidez da vagina é muscular. Para melhorar, a paciente teria que fazer exercício físico de assoalho pélvico, que chamamos de exercícios de Kíguel, usado muito para a incontinência urinária e flacidez vaginal.
flacidez da pele da vulva acaba melhorando porque o laser estimula o colágeno da mesma forma que fazemos na face. A vulva é uma pele fininha, ela é muito semelhante à pele da pálpebra dos olhos, então, com qualquer flacidez ela já fica um pouquinho mais enrugada e nisso o laser pode ajudar.

Como é feita a aplicação do laser dentro da vagina?

Para aplicação do laser intravaginal usamos um espéculo, semelhante àquele aparelhinho usado para colher o papanicolau e afastar as paredes vaginais. Introduz-se o aparelho do laser, que é muito parecido com o transdutor do exame intravaginal, por exemplo. O aparelhinho vai até o fundo da vagina e são feitos disparos a cada meio centímetro para que toda a vagina receba o laser.

Isso demora quanto tempo?

Isso demora em torno de 15 minutos para a parte da vagina e mais 05 minutos para a parte da vulva.

Quantas sessões são recomendadas para o tratamento?

Normalmente são duas sessões. Depende do grau da atrofia da paciente.
Para o clareamento vai depender do grau de pigmentação local, mas nesse caso, acabamos associando com o peeling, só o laser acaba não tendo um resultado tão satisfatório.
A mulher tem uma atrofia do epitélio da vulva e vagina, o que promove secura vaginal, ardência e sensibilidade maior, sendo necessário algum tipo de tratamento. Então, o que pode ser feito? O uso de creme vaginal. Aquelas pacientes que têm contraindicação ao uso de creme hormonal (pacientes oncológicas e cardiopatas), podem usar hidratantes vaginais.
Tudo é complementar, o creme vaginal é complementar ao laser, o exercício de assoalho pélvico também complementa o laser. Tudo é uma associação na verdade para a melhora da satisfação sexual e da parte urinária.

Há alguma contraindicação para as sessões de laser?

O que não pode é ter lesões ativas como úlceras ou presença de herpes ou alguma DST. Se tiver uma vulva sadia não tem contraindicação.

O laser é indicado no tratamento da menopausa?

Sim, o laser é mais utilizado na pós-menopausa pelo quadro de atrofia da mucosa vaginal. Pacientes com uma atrofia muito intensa, mesmo utilizando o creme vaginal, ainda mantêm a queixa, então, o que acontece é que o laser veio para complementar esses cremes.

Anunciar é a melhor forma da sua marca ser lembrada.  Entre em contato conosco, clique aqui.

Deixe uma resposta

Fechar Menu